15.9.14

barcelona VI


não há céu suficiente neste mundo, eu juro: se eu vivo cinco horas antes é para te esperar. é para rasgar a cidade e achar o nosso lugar que acaba sendo parecido com o mesmo porque eu trouxe teu cheiro e já espalhei pelo sofá e pelas ruas, não há um monumento hoje que não conte de ti. deixo que os turistas te registrem indefinidamente nas nuvens, já que pousaste bem no meio da praça e esse é teu jeito de ser o meu.

Um comentário:

  1. Me sinto vivendo em dois fusos de tanto tu me fazer presente.

    ResponderExcluir

Coisa boa saber tua opinião.

não se nasce mulher, torna-se mulher [simone de beauvoir]